Mural de Recados
Enviar mensagem
francisco AGP em 14/08/2014
NO DIA 8 DE AGOSTO A PRESIDENTE DILMA SANCIONOU A PL 1332 DA GUARDA MUNICIPAL,TRANSFORMANDO-A EM POLICIA MUNICIPAL,POIS BEM, NAO E DESMERECENDO A CATEGORIA, MUITO PELO O CONTRARIO, COLOCO AQUI A DETERMINAÇÃO E A UNIAO DESSES AGENTES, MAS, SE COLOCARMOS AQUI UMA COMPARAÇAO DE FUNÇOES ESSENCIAIS A SEGURANÇA PUBLICA NOS AGP DESEMPENHAMOS ATRIBUIÇOES DE POLICIA E NO ENTATO A NOSSA PEC 308 ESTA LA NA GAVETA. NAO SERIA HORA DE TODOS OS SINDICATOS SE MOBILIZAREM E CORRER ATRAZ DO NOSSO RECONHECIMENTO?
nilza-asp/pe em 18/07/2014
Pessoal, bom dia! gostaria de obter mais informações sobre o projeto de lei do Oficial de Execução Penal, quem puder me dá mais informações de como anda a tramitação do proeto no congresso, agradeço. Sou ASP em PE. E aqui, infelizmente nosso sindicato não tem força, tinhamos uma jornada de 24x96h e o sindicato fez por onde aumentar nossa carga horária, hoje trabalhamos 24x72 e só fica atrelado a nos comparar com a PC, que a meu ver, depois do marco regulatório, é atraso para a categoria dos ASPs.
BETO FUSCAO. em 15/06/2014
fundação do comitê supra-partidario pela volta do ex-agente penitenciário Wilson Brasil. aguardem mais detalhes. SARAVA!!!
luciano luiz moreira em 15/02/2014
O art. 37 do Decreto Federal nº 5.123/04, dispõe que: Os integrantes das Forças Armadas e os servidores dos órgãos, instituições e corporações mencionados nos incisos II, V, VI e VII do caput do art. 6º da lei nº 10.826, de 2003, transferidos para a reserva remunerada ou aposentados, para conservarem a autorização de porte de arma de fogo de sua propriedade deverão submeter-se, a cada três anos, aos testes de avaliação da aptidão psicológica a que faz menção o inciso III do caput art. 4º da Lei
luciano luiz moreira em 15/02/2014
Vejamos o que diz o estatuto do desarmamento em relação ao tema: PORTE DE ARMA INSPETOR PENITENCIÁRIO AINDA QUE FORA DE SERVIÇO LEI Nº 10.826, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2003. ESTATUTO DO DESARMAMENTO Dispõe sobre registro, posse e comercialização de armas de fogo e munição, sobre o Sistema Nacional de Armas - SINARM, define crimes e dá outras providências. CAPÍTULO III DO PORTE Art. 6º É proibido o porte de arma de fogo em todo o território nacional, salvo para os casos previstos em legislação própri
natanael jose em 09/12/2013
Pastoral carcerária e grupos de direitos dos manos tem a anos trabalhado contra os agentes penitenciários através das ultimas 4 décadas colocaram na cabeça que o ASP não precisa de arma para se proteger dos marginais que ele tranca, põe no castigo, revista e contraria os interesses deste, os membros das CP e DH tem um medo danado já que sabem que não levamos desaforo de bandido e se estivermos armado não pensaremos duas vezes para coloca-los no chão.
natanael jose em 09/12/2013
de novo em São Paulo o asp tem autorizaçao de porte na funcional a qual e concedida somente após cumprido os requisitos da lei 10826/2004 ou seja habilidade técnica para manuseio de arma,exame psicológico, entre outras após isto a pf libera o registro e encaminhamos a SAP/SP para a emissão da funcional mas a rama e particular e não do estado. Mas e bom frisar que quem tem trabalhado no bastidores para a não concessão do porte fora de serviço do ASP são os famigerados membros das pastorais
natanael jose em 09/12/2013
Olha não sei como foi redigida a autorizaçao de porte no DF mais em São Paulo a autorização para portar armas fora de serviço esta na funcional. seria o caso das pessoas dos sindicatos daquele estado darem uma olhada nas leis elaboradas em São Paulo e minas e copiar e encaminhar ao DEPUTADOS DISTRITAIS para uma confecção igual que garanta o porte para estes.
laudio em 30/10/2013
sera que os agentes penitenciarios do brasil,ainda acredita que papai noel desce pela chaminé, a respeito do porte
luciano luiz moreira em 05/10/2013
Muita gente fala muita coisa sobre o porte de arma fora de serviço do inspetor penitenciário entretanto a fundamentação legal está clara no decreto nº5.123/2004 artigo 34 e 37.
ROZALVO JOSÉ DA SILVA em 01/10/2013
CAMPANHA PELA APROVAÇÃO DA PEC 308/04 - POLÍCIA PENAL JÁ!!! APELAMOS ÀS MULHERES E AOS HOMENS BRASILEIROS PARA QUE NOS AJUDEM NESTA CAMPANHA PELA APROVAÇÃO DA POLÍCIA PENAL. ASSINEM a petição abaixo e COMPARTILHEM. Contribua para um Brasil menos violento e um Sistema carcerário profissionalizado. OBS: Após assinar é necessária a confirmação através do E-mail informado para a validação da assinatura. ATENÇÃO: Se já assinou, repasse esta mensagem aos seus parentes e amigos. Uma pequena ação pode fazer a diferença. Ajude-nos a divulgar esta causa que é de todos, obrigado. Para assinar, clique no link:
ROZALVO JOSÉ DA SILVA em 01/10/2013
PARTICIPEM E DIVULGUEM Venho através deste sugerir que seja publicada nesta página e em todas as páginas dos sindicatos dessa gloriosa Federação a Campanha abaixo, visando a divulgação de nossa luta pela Polícia Penal. Caso queiram mais informações sobre o Abaixo-assinado eletrônico em epígrafe podem nos contatar pelos email: rozalvo@sindasp.org.br - Rozalvo, ou imprensa@sindasp.org.br - Carlos Vítolo, Grato. CAMPANHA PELA APROVAÇÃO DA PEC 308/04 - POLÍCIA PENAL JÁ!!! APELAMOS ÀS MULHERES E AOS HOMENS BRASILEIROS PARA QUE NOS AJUDEM NESTA CAMPANHA PELA APROVAÇÃO DA POLÍCIA PENAL. ASSINEM a petição abaixo e COMPARTILHEM. Contribua para um Brasil menos violento e um Sistema carcerário profissionalizado. OBS: Após assinar é necessária a confirmação através do E-mail informado para a validação da assinatura. ATENÇÃO: Se já assinou, repasse esta mensagem aos seus parentes e amigos. Uma pequena ação pode fazer a diferença. Ajude-nos a divulgar esta causa que é de todos,
leandro do nascimento rocha em 20/06/2013
no df adi do porte de armas dos agepens foi julgado incostitucional, pois temos que nos unir e dar um fim nesse problema vamos mostrar para o governo federal a nossa força. ou derruba o veto ou greve geral já...
paulo rodrigo em 25/04/2013
Aqui no RS os APs tem porte de arma permanente, o problema agora é que a DPF começou a nos cobrar exames psico.(avaliação) e prova de tiro, tudo isso gerando custo$, o problema maior ainda é que aqui no SUL uns 80 trab. com arma particular.
Reinaldo em 12/04/2013
Confiram a publicação no link informado pelo Sindasp MINAS GERAIS PARA COMPLETAR 320 REQUERIMENTOS DE DEPUTADOS ATÉ MAIO/13 Sindasp Minas Gerais contam com o apoio de todos, não importam formalidades, precisamos de todos pelo apoio à Votação da PEC 308/04. Quanto ao porte Nossos Estados podem legalizar também e depois da maioria absoluta dos Estados concedendo um decreto autorizando o Porte. Será mais fácil conseguir aprovação referente ao Porte Arma para nós Agentes Penitenciários.
claudio em 01/03/2013
sindicatos do brasil,cade o direito de resposta da CBN,nao somos narcotraficantes,e febraspen pare de enrrolar quanto este porte de armas,nós não temos peito para bancar greve não meus caros,e quanto a PEC 308,voces ficam enrrolando o pessoal sabe que nunca passara,pois se o porte não passou que dita uma emenda constitucional,eu não sei quem é pior se é o Dom quixite ou o sancho pança,o dom quixote com seus inimigos imaginarios e o sancho pança acreditando.ONG eu sou honesto.
Denilson de Araujo Medeiros em 03/02/2013
uma vergonha. Rio e São Paulo amarelaram. Movimento não teve repercussão. azar nosso, sorte de Dilma. Espero que a História não prove que estavámos errados
claudio em 29/01/2013
que greve mais esquisita,agente so acha as noticias em blogs da nossa categoria,cade a midia,os notcias populares,estou achando isto tudo muito estranho
Raimundo |cesar Martins em 25/01/2013
Concordo, plenamente com os colegas que aletam para o desgaste de 24 horas de greve, se o governo federal não está nem aí para a proposta de emenda constitucional que já perdura desde de 2008, imagine 24 horas de paralização por porte de arma em um caldo de tanta violencia no pais. acho que a nossa assembleia que deliberou a paralização não tinha nem 100 agentes e inspetores. E mais com a câmara e senado voltando de recesso acho que é um tiro no pé, devemos criar as condições objetivas de novas lutas e não só o porte de arma, a constitucionalização da categoria deve ser uma das principais prioridades, aposentadoria especial, rever o conselho nacional de politica criminal e penitenciária nos moldes da segurança também é importante para o avanço da luta, enfim uma luta permanente para humanização das masmorras do Brasil afora, por hoje é só e vamos continuar este debate pois al uta nunca acaba acaba é a forma como estamos lutando. bom fim de semana a tod@s Martins inspetor penitenciário
gilberto em 24/01/2013
Também ao meu ver, 24hrs de greve não surtirá efeito nenhum não vai nem chamar a atenção da mídia isto tem que ser revisto....urgente......
Reinaldo Pereira em 22/01/2013
Vamos buscar por nossos Direitos. Juntos! Seremos capazes de reverter esta situação e Graças a Deus, Temos apoio do Senado e da Câmara e de muitos Deputados, Senadores e Políticos. Então, porque esperar!!!
claudio em 16/01/2013
cade voces sindicatos,greve de 24 horas,só servira para os presos rirem da nossa cara junto ao "pt"
felipe-rj em 14/01/2013
Sou inspetor penitenciário do RJ , não estou vendo no site do FEBRASP manifestação nenhuma a respeito do veto do nosso porte de arma . A hora é agora meus companheiros de classe , pois se não fizermmos nada a respeito, a coisa só tem a piorar para o inspetor penitenciário . Um abraço para todos .
Ronny - Sergipe em 27/09/2011
Ações imediatas tem que ser tomadas, porém, reuniões e estratégias tem que serem elaboradas. Abraços
Raimundo Cesar de S. Martins em 31/08/2010
Matéria como esta de joinvile, acredito que não contribui com a nossa luta,afinal não somos militares para receber treinamento de tropa de choque, por cá Maranhão passou a força nacional e temos consequencias até hoje. Escola nacional de formação civil já ligada ao ministerio da justiça, pois ja temos agentes penitenciarios federais e civis, meu colega porque comparação com gari, não somos Borys Casoy, toda profissão é importante muitas vezes não valorizadas as vezes pelos propios pares. grato Martins
1 2 Próxima >
Enviar mensagem


Mural Gratis